#Parabéns à Hashtag

O popular macete das redes sociais completa dez anos

Agosto é o mês da Hashtag! Isso porque, nesta semana, nossa querida ferramenta faz aniversário! São dez anos desde que o símbolo foi usado pela primeira vez numa rede social e nós aqui da W3.0 decidimos abrir um espaço para falar sobre a história e utilidades da hashtag, que é tão popular nas redes sociais.


Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a hashtag não se originou da criação de nenhum Social Media ou funcionário de estratégias do Twitter – rede que se tornou popular, mas da ideia de um usuário comum – o engenheiro de software Chris Messina. Inspirado pelo uso do símbolo da cerquilha por programadores, Chris Messina sugeriu que o símbolo fosse colocado antes de uma palavra-chave para agrupar assuntos, num post, em 23 de agosto de 2007:

Tweet Messina
(Foto: Reprodução/Twitter)

'' Como vocês se sentem em relação a usar # (pound) para grupos. Como em #barcamp [msg]?''

 

A ideia não foi aceita no primeiro momento, e o próprio Messina disse em entrevista que o Twitter, considerado um “microblog” naquela época, não acreditava que o uso do símbolo iria se popularizar, muito pelo contrário, chegaram a taxar a ideia de Chris como uma ''coisa de nerd,'' e que nunca daria certo.


Tudo mudou em outubro do mesmo ano, quando, através do twitter, algumas pessoas narravam um tiroteio que acontecia em San Diego/California. Messina entrou em contato com uma dessas pessoas e sugeriu que usasse a hashtag #sandiefire para mencionar comentários/notícias/atualizações do acontecimento. A partir desta data, a hashtag foi ocupando mais espaços, sendo usada em algumas campanhas, como numa mobilização organizada por políticos americanos para evitar a votação sobre uma lei de energia. Contudo, as hashtags se popularizaram mesmo a partir de 2009, quando o Twitter resolveu aderir a ideia do engenheiro e começou a “hiperlinkar” - transformar em link para outra página – as palavras mencionadas com a #. A partir daí, outras redes como Facebook e Instagram incorporaram o uso do símbolo.

O uso de hastags se popularizou tanto que, inclusive, entraram para história como símbolos de alguns movimentos sociais como o #BlackLivesMatter, contra a violência racial nos Estados Unidos e a #Chegadefiufiu, contra a violência de gênero no Brasil.

Para além das funções de interações sociais comuns, o símbolo cumpre um papel muito importante no meio da comunicação, já que o uso da cerquilha antes de palavras-chave, permite que essas postagens sejam encontradas – o que facilita não só o trabalho dos criadores de conteúdo como dos “usuário comuns”. Por exemplo, suponhamos que você seja dono de uma loja de cerveja artesanais, e o estabelecimento possui conta nas redes sociais, neste caso, você poderia incluir uma hashtag relacionada ao assunto, como #cervejaartesanal em suas postagens para facilitar o encontro da página por pessoas interessadas. Uma beleza, não é mesmo?


Para celebrar a data, disponibilizamos aqui as hashtags mais populares do mundo, segundo o twitter. Confira!

  • #Euro2016 (hashtag de evento esportivo mais Tweetada de todos os tempos);

  • #TheWalkingDead (hashtag de série de TV mais Tweetada da história);

  • #StarWars (hashtag de filme mais Tweetada da história);

  • #MTVHottest (votação da MTV que elege a estrela que se destacou no ano);

  • #KCA (Kids' Choice Awards);

  • #iHeartAwards (iHeartRadio Music Awards);

  • #FollowFriday (utilizada para indicar um perfil para ser seguido no Twitter);

  • #NowPlaying (refere-se a músicas que estão tocando no momento);

  • #ThrowbackThursday ou #tbt (utilizada para fazer referência a algo antigo, geralmente fotos, com publicação às quintas-feiras);

  • #ootd (usada em fotos que mostrem o “look do dia” - ou “outfit of the day”)



 

 

Victória Cócolo é
Social Media na W3.0